12 sugestões para uma vida saudável

2019-01-14T18:25:14+00:00

A Medicina Tradicional Chinesa tem por objetivo promover a saúde do indivíduo através da busca do equilíbrio energético de seu organismo. A acupuntura e a fitoterapia são bastante eficazes e devem ser utilizadas com responsabilidade, por um(a) especialista na área. Entretanto, há procedimentos e cuidados que cada um pode e deve tomar para manter a própria saúde e prevenir doenças.

1) Evite faltas e excessos – faça tudo com moderação: comer, beber, praticar esportes, amar, fazer sexo, falar, dormir. Todas estas atividades são essenciais para vivermos. Não devemos nos privar, tampouco, abusar delas. Escolha sempre o caminho do meio.

2) Alimente-se adequadamente: coma devagar, respeitando a sua idade, seus limites, seu metabolismo. Procure os alimentos e os sabores adequados a cada estação do ano, tenha rotinas e horários para se alimentar e não passe longos períodos sem ingerir alimentos. Lembre-se que não existem dietas milagrosas e corpos perfeitos. Evite refeições pesadas antes de dormir e a ingestão de alimentos com corantes e conservantes. Outra dica é perguntar ao seu(sua) médico(a), especialista em Medicina Tradicional Chinesa, que alimentos você deve ingerir para tonificar os órgãos que se encontram desequilibrados em seu organismo.

3) Tome água: nossos músculos, órgãos, vísceras, mente e substâncias se deterioram com a falta de água. Em média, cada sujeito deve beber 1,5 de água por dia, mas cada um deve perguntar ao médico qual a quantidade indicada, de acordo com sua constituição física, atividades que realiza, o clima onde vive. Não tomar água gelada ou fria. Ela deve estar à temperatura ambiente, de preferência aquecida, como tomam os chineses para evitar que o frio resfrie o órgãos internos e provoque doenças.

4) Respire! Fique atento à sua respiração. Em momentos em que estamos muito ansiosos (as), bravos(as), com medo, nossa respiração fica curta e acelerada. Importante, algumas vezes ao dia, ou nos momentos de tensão, inspirarmos e expirarmos profundamente. O oxigênio nutre o nosso Qi também.

5) Faça exercícios físicos: a prática regular de exercícios faz com que o Qi circule, desbloqueando pontos do organismo em estagnação. A MTC desaconselha práticas que façam transpirar em excesso e produzam dificuldades de respirar, pois elas podem retirar o Qi e provocar desgastes fisiológicos. Sempre importante fazer uma avaliação física antes de iniciar uma atividade física. Recomendamos o Tai Chi Chuan a Yoga, o Chi Kung.

6) Medite: a prática da meditação é importantíssima. Ela tem como objetivo integrar o ser com o universo, aquietar a mente, promover o autoconhecimento e harmonizar o fluxo da energia no corpo. A prática diária da meditação nos dá elementos para controlarmos atitudes impulsivas, violentas e irracionais. Com ela treinamos a tolerância e a compaixão.

7) Faça acupressão: devemos nos habituar a massagear nosso corpo e ativar diversos pontos para aliviar dores, relaxar e desbloquear energia estagnada. Somos constituídos de vários micro-sistemas que se interconectam com nossos órgãos e emoções. Ao pressionarmos e massagearmos pontos de nossas orelhas, pés, mãos, face, couro cabeludo podemos ter efeitos fantásticos sobre nossa saúde e bem estar. É bem gostoso também massagearmos nosso companheiro ou companheira, nossos filhos e amigos. Um carinho que alivia tensões, dores e alimenta a alma.

8) Cuide de seu sono! Durma as horas que forem necessárias para você descansar. Evite atividades agitadas, bebidas alcóolicas, cafeína e comida pesada antes de dormir. Não assista TV ou veja computador na cama.

9) Entre em contato com a natureza: a Medicina Tradicional Chinesa nasce da observação da natureza. Assim, é fundamental estarmos em contato com ela, observando seu funcionamento e aprendendo com a sabedoria do universo. Andar com os pés descalços na grama, tomar sol, ver como agem os animais, escutar o canto dos pássaros, tomar um banho de cachoeira… A natureza também nos alimenta! A natureza ensina!

10) Controle suas emoções: A prática de exercícios físicos e a meditação te darão os recursos para que você evite se exceder em suas emoções. Muita tristeza, raiva, medo e qualquer outra emoção pode danificar os órgãos que estão ligados a ela. Seja adepto da não-violência, inclusive em sua linguagem e em seus pensamentos. Seja gentil com você mesmo, como as pessoas que convive e com a natureza.

11) Faça arte! Literalmente, crie, (re)crie, imagine. A arte é uma forma potente de expressarmos o impossível, o intangível, o inenarrável. Coloque para fora suas alegrias, tristezas, dores, tumores, medos, angústias e transforme tudo de maneira criativa e delicada em arte!

12) Consulte seu médico ou sua médica de Medicina Tradicional Chinesa sempre que precisar. A auto-medicação é perigosa, inclusive para fitoterápicos. Não se esqueça, que veneno também é natural! Além disso, só um(a) especialista pode fazer um diagnóstico rigoroso de que órgãos estão debilitados, que doença você tem e que terapias você deve fazer. O tratamento é sempre individualizado, por isso, não medique sua família e seus amigos, tampouco.


Escrito por: Monica Cruvinel